Alimentos perigosos para cães – Letra C

Chocolate – Todos devem saber que qualquer tipo de chocolate é perigoso para os cães. Quanto maior teor de cacau, maior concentração da substância teobromina, que é extremamente tóxica para os cães. Os conhecidos “chocolates amargos” são os mais perigosos, de maior porcentagem de cacau em sua composição. Qualquer tipo de chocolate pode causar problemas como: Vômitos, diarréia, arritmia cardíaca, tremores, convulsões e até mesmo a morte.

Café – A cafeína, em grandes quantidades, pode matar um cão. Um cão intoxicado com cafeína pode apresentar letargia, dificuldades respiratórias, taquicardía, tremores musculares, vômitos, sangramentos repentinos, problemas renais , neurológicos  e morte. Vale ressaltar que a cafeína se encontra não somente em grãos de café, mas também no cacau, refrigerantes, energéticos como por exemplo, Red Bull e em alguns medicamentos analgésicos.

Cebola – Conforme já citada no post anterior, a cebola, crua e/ou comidas preparadas com cebola (frita, cozida, etc), são tóxicas tanto para cães como para os gatos. Lembre-se sempre que mesmo em pequenas quantidades. Lembre-se que seu amiguinho pesa MUITO menos que você, portanto, o “aparentemente pouco” pode causar enormes problemas, mesmo em cães de grade porte. A cebola é prejudicial às células sanguíneas dos cães, o n-propil presente na cebola, promove a quebra das células vermelhas, bloqueando os rins e causando anemia. Segundo o site Vetinfo.com , o problema está na dosagem, que é considerada tóxica quando superior aos cinco gramas de alho ou cebola fresca por cada kg do animal. Uma grande quantidade de cebola ou alho pode causar nos cães, anemia hemolítica, vômitos, diarréia, fraqueza, letargía e taquicardia.

Doces e adoçantes – Bolos, balas, chicletes, tortas, enfim, todas as delícias que nós humanos adoramos comer,não devem ser dados aos cães e gatos. Principalmente substitutos do açúcar, adoçantes que contenham a substância Xylitol, extremamente tóxico. Onde encontramos o Xylitol? Alimentos adoçados artificialmente. Quer um exemplo? O Chiclete Tridents. Mesmo a ingestão de uma mínima quantidade pode matar um cachorro de mais ou menos 30kg. Imagine cães de porte menor. Após 15-30 minutos após a ingestão de xylitol, os níveis de insulina de um cão aumentam demasiadamente e os níveis de glisoce despecam, resultando em hipoglicemia, letargia e perda da consciência. Danos cerebrais podem ocorrer, além de falência renal, e tudo em um período de 24 horas. É muito importante estar atento aos produtos, ler atentamente os ingredientes e substâncias e de preferência, deixar bem longe do seu animalzimho.

Sobre drpatinhas

Médica Veterinária
Esse post foi publicado em Dieta. Bookmark o link permanente.